Comércio Exterior x Comércio Internacional: qual é a diferença?

É fato que muitas dúvidas pairam nos debates entre os profissionais da logística internacional. Isso porque alguns termos são bem semelhantes e é natural que exista a confusão. As diferenças entre comércio internacional e comércio exterior são importantes de ressaltar, bem como como a abordagem sobre alguns aspectos e termos presentes na execução das atividades portuárias.

Até porque compreender a diferença desses dois conceitos é especialmente importante para a economia dos países que fomentam as relações comerciais entre si.

Confira a leitura até o final e entenda.

Fonte: https://br.freepik.com/fotos-gratis/porto-industrial-e-patio-de-conteineres_1145654.htm#query=Com%C3%A9rcio%20Exterior&position=1&from_view=search

O que é Comércio Exterior?

Em um breve histórico, verificamos que o desenvolvimento nas relações internacionais ocorre desde que a China traçava as suas rotas para comercializar produtos com outros países asiáticos. Tanto a China quanto outros povos da antiguidade que movimentavam produtos agrícolas pelo Rio Nilo.

Contudo, apenas em séculos mais recentes que o comércio exterior propriamente dito iniciou as suas atividades atuais.

E esse avanço se deu por meio de todo o desenvolvimento que ocorreu na logística operacional, principalmente no setor industrial e nos modais de transportes. Assim, a forma de se comunicar entre os países também se transformou com a ajuda do avanço da tecnologia e da internet, quebrando barreiras físicas e tornando o comércio entre fronteiras mais ágil.

O resultado desse avanço foi positivo. O comércio internacional resultou por ser organizado em processos controlados por sistemas que atuam com simplicidade, dentro de padrões da logística internacional.

Já o comércio exterior, por sua vez, atua exatamente nesta troca. Trata-se da compra e venda de mercadorias ou de serviços entre países distintos que engloba os procedimentos necessários na execução das importações e exportações.

Suas regras foram criadas para orientar a entrada e a saída de produtos dos países, abordando questões específicas como:

  • tributárias;
  • comerciais;
  • financeiras;
  • administrativas; e
  • aduaneiras.

Quais são os termos e conhecimentos que o profissional do Comércio Exterior utiliza?

Com a finalidade de executar suas tarefas de forma eficiente o profissional da logística internacional deve possuir conhecimentos indispensáveis. Até porque esse especialista atua em uma área que impacta diretamente no PIB dos países.

São muitos os procedimentos e envolvem atividades bastante burocráticas, porém são essenciais para o bom desempenho do trabalho executado. Sendo assim, alguns dos conhecimentos necessários são:

  • em logística;
  • trâmites para pagamento e conversão de moedas;
  • regulamentação de documentos;
  • garantia no cumprimento das leis aduaneiras.
Fonte: https://www.pexels.com/pt-br/foto/pilha-de-pastas-357514/

Além disso, são diversos os termos comuns e específicos para o entendimento das operações do comércio internacional. Assim, conceitos como balança comercial, divisas, ad valorem, Fatura Proforma, Packing List, bulk cargo, dentre outros, precisam ser compreensíveis a estes profissionais na execução das suas atividades.

Quais são os sistemas utilizados no Comércio Exterior?

No Brasil existem sistemas que são responsáveis pelo controle e a administração das atividades internacionais.

Sendo assim, o Siscoserv é o Sistema Internacional de Comércio Exterior de Serviços Intangíveis e Outras Operações que produzam variações no patrimônio.

Já o Siscomex é o Sistema Integrado de Comércio Exterior que auxilia nas tarefas de registro, acompanhamento e controle das operações. Sua inovação se dá pela digitalização de documentos para o controle das negociações internacionais, além do acesso à legislação e atuação governamental.

O que é Comércio Internacional?

Pode-se definir o termo comércio pela “troca” de produtos (mantimentos ou artefatos) que os povos antigos já faziam entre si e de acordo com suas necessidades.

A teoria do comércio internacional envolve algumas outras que explicam o fundamento do conceito de trocas entre países hoje em dia.

Isto é, no final do século XVIII o resultado dessa relação comercial que os países mantinham passou a ser transformada pela necessidade inesgotável de consumo dos produtos e serviços vindos de todo o mundo.

Em resumo, o comércio internacional é o conjunto das operações comerciais executadas entre os países, sendo um dos propulsores do desenvolvimento das economias globais.

Por outro lado, também pode levar ao implemento de barreiras internacionais que protegem o desenvolvimento das empresas locais de cada país, também fomentando uma boa parcela no aumento do PIB.

Qual é a importância econômica dos países que negociam entre si?

A importância do comércio internacional na economia do país mostra-se pelos fatos de que estes podem importar produtos inexistentes na sua região e exportar os produtos que sobram para seus parceiros comerciais.

Na intenção de diluir os riscos das atividades, permite que as empresas importadoras e exportadoras continuem comercializando, mantendo o desempenho do país conforme se verifica pela balança comercial.

Fonte: https://www.pexels.com/pt-br/foto/foto-de-foco-raso-do-globo-mundial-1098515/

Quais são os principais órgãos do Comércio Internacional?

Essas organizações são criadas com a responsabilidade de apoiar o Siscomex definindo regras para o mercado. Enumeramos alguns deles:

  1. FMI – Fundo Monetário Internacional;
  2. OCDE – Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico;
  3. Banco Mundial;
  4. OMC – Organização Mundial do Comércio;
  5. ICC – Câmara do Comércio Internacional.

Qual é a relevância de compreender a diferença entre Comércio Exterior e Comércio Internacional?

Entender a diferença entre os dois termos é fundamental para os profissionais da logística internacional, sobretudo para evitar conflitos na operacionalização de suas atividades.

O Comércio Exterior trata das normas que são pertinentes para todos os países, mesmo que cada um tenha as suas próprias regras internas, mantendo a padronização e a regulação dos produtos comercializados entre si.

O Comércio Internacional é composto pelas regras internacionais que todos os países cumprem e que facilitam as negociações comerciais por meio dos acordos estabelecidos entre seus blocos econômicos.

Deste modo fica mais fácil entender a diferença. Podemos pensar em um “triângulo” da negociação internacional, no qual o comércio exterior dos países, em acordo mútuo, gera a comercialização internacional de produtos, deixando os processos simplificados por meio de uma intercessão interessante para ambas as partes.

Resumindo, comércio internacional segue acordos bilaterais negociados pelos blocos regionais, enquanto o comércio exterior é regulado pela legislação aduaneira do país que assegura os seus direitos.

As relações internacionais têm alguma semelhança com o Comércio Exterior?

São termos semelhantes, mas não querem dizer o mesmo em seus conceitos, pois as relações internacionais se fundamentam nas áreas da política, economia e direito.

Ou seja, os profissionais que atuam nas relações internacionais fazem negócios para intermediar acordos entre as partes interessadas, sempre na busca de parcerias nas áreas atuantes, captando recursos ou projetos.

A AIN Global é uma Trading Company que auxilia nas negociações internacionais

Agora entendemos a importância que o Comércio Exterior e o Comércio Internacional têm para as negociações entre os países, e compreendemos melhor suas diferenças e de que forma atuam nos processos operacionais.

A AIN Global é uma Trading Company com vasta experiência em negociações internacionais. Somos formada por uma equipe qualificada nas áreas que compõem a logística operacional das importações e das exportações.

Além disso, oferecemos atendimento de excelência e aproximamo-nos do cliente de uma forma que a parceria seja um sucesso.

Por fim, mas não menos importante, nossos investimentos constantes em inovação e tecnologia nos permitem oferecer os melhores resultados nas importações e nas exportações para auxiliar a sua empresa no que for preciso para se internacionalizar.

Compartilhe

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Twitter

Outros artigos

Quem trabalha no setor alimentício está sempre em busca de melhores condições de compra.Nesse sentido, o imposto zero para a importação de …

O país Hermano não só produz vinhos de qualidade inigualável. Importar queijo da Argentina é muito vantajoso para os brasileiros pela variedade …

Commercial Invoice e Proforma Invoice são dois documentos frequentemente utilizados nastransações internacionais de mercadorias. Mas você sabe exatamente para que eles servem?De …

Se você possui uma empresa de importação no Brasil, e ainda não ouviu falar da Canton Fair, esse é o momento de …